Cabos Fazem Diferença?

Eu tenho visto que no Aliexpress os caras estão copiando cabos carissimos.. as cópias são visualmente perfeitas....
Quando se trata da China, podem ser até o mesmo cabo, muitas empresas por lá fabricam para os oficiais e vendem no paralelo o mesmo produto por um. Preço menor.

Outro ponto, meu filho trabalhava na bestbuy aqui nos USA e a margem para cabos era 60%. Cheguei a comprar cabos por 45% do valor.

Está e a mesma razão pelo qual a empresa em que eu trabalho não produz nada na China, fabricam tudo nos Estados Unidos. E age hoje não conseguiram copiar as cabeças de impressão. Tentar já tentaram.
 
Quando se trata da China, podem ser até o mesmo cabo, muitas empresas por lá fabricam para os oficiais e vendem no paralelo o mesmo produto por um. Preço menor.
Exatamente.
O que acontece é que pedaços de cabos originais são vendidos para outras lojas por um preço muito mais baixo.
Eu mesmo tenho alguns aqui em casa que paguei muito mais barato, e com certeza é igual ao da marca original.

Por isso evito escrever sobre este assunto, é muito polemico.
 
Quando se trata da China, podem ser até o mesmo cabo, muitas empresas por lá fabricam para os oficiais e vendem no paralelo o mesmo produto por um. Preço menor.

Outro ponto, meu filho trabalhava na bestbuy aqui nos USA e a margem para cabos era 60%. Cheguei a comprar cabos por 45% do valor.

Está e a mesma razão pelo qual a empresa em que eu trabalho não produz nada na China, fabricam tudo nos Estados Unidos. E age hoje não conseguiram copiar as cabeças de impressão. Tentar já tentaram.
@Edriano

Tem o caso também da venda no paralelo dos cabos que não passaram no controle de qualidade ou algum lote com defeito.
Por isso a recomendação de comprar de uma fonte confiável.

Edmar
 
inclusive... eu procurei muito na china se tinham copias do supra e achei! Vi gente vendendo num preço tão bom os supra.. q suspeitei... resultado na china também tem Supra.. embora não tenha achado no aliexpress...
 
encontrei em outros sites na china o supra ply.. entao certamente deve ter gente tentando vender os piratas da supra tb
 
Não lembro se já postei esses cabos de caixa que uso, o NEOTECH NEMOS-5080,
os fios tem a seção retangular e isso reduz (ou elimina) o efeito skin. Além disso tem
4 fios, possibilitando bicablagem. Pela qualidade, o preço é ridiculamente barato,
14 libras o metro. São cabos que você precisa colocar as terminações, ou não,
para quem não as utiliza. Considero esses os meus cabos "end game" depois de
experimentar mais de 20 marcas diferentes nos últimos 40 anos ...
 

Alvaro,

Depois de muito experimentar, cheguei a conclusão que o ideal é utilizar cabos XLR,
para tanto troquei meu preamp e power para poder usar tais cabos e é claro que a
saída do meu pré de fono e DAC são XLr também. Vale a pena, o som fica melhor e
você não precisa mais se preocupar com cabos de conexão ...
 
No meu sistema, na entrada do crossover ativo, as conexões são XLR, canais direito e esquerdo. Os cabos vem do pré com conexões
RCA.
Na saida do crossover ativo, 4 conexões XLR no canal direito e 4 XLR no canal esquerdo. São 4 porque meu crossover é de 4 vias estéreo. Subgraves, graves, médios e agudos. Estas 8 saídas entram nos respectivos powers, todos com conexões RCA nas entradas.
Resumindo, tenho 10 cabos com conexão XLR numa ponta e RCA na outra ponta.
 
Wandique e Victório,

Eu concordo totalmente com vocês. Vou procurar ter no meu futuro pré, pelo menos, o seguinte. Uma para o power e duas para fontes. Naturalmente, saída e entradas, respectivamente. Se de todo não for possível também seguirei o caminho do Victório, XLR numa ponta, RCA na outra.
2 abraços
 
Desculpem o pitaco mas, ter XLR numa ponta e RCA na outra "mata" as qualidades do XLR,
a transmissão acontece mas não é a mesma coisa. O nosso amigo @Edriano poderia nos
iluminar sobre o assunto?
Eu não utilizaria uma conversão xlr para rca ou vice versa. O resultado sempre será uma entrada ou saída não balanceada.
Screenshot_20230927_200456_Chrome.jpg
O circuito acima mostra uma saída balanceada, veja que o positivo é o negativo são complementares.

Neste esquema o qual não considero o mais ideal pois o negativo é gerado através da saída positiva. Más serve para o exemplo.

Sabe aquela impressão de que o sinal xlr tem uma amplitude maior? E real pois veja que a amplitude de saída será dobrada quando o positivo sobe o negativo desce. O sinal entra no primeiro amplificador na entrada não inversor a com ganho 1 e a saída é aplicada a entrada inversora de ganho 1 também. A saída complementar praticamente elimina o ruído de. Modo comum.

A RCA utilizaria apenas a saída positiva e qualquer ruído de. Modo comum seria transferido para a entrada.

O que é um ruído de modo comum e aquele ruído presente nos cabos. No caso xlr o mesmo ruído aparece no me os e no mais é a diferença de tensão entre o mais e menos seria sempre zero. No RCA o ruído está presente somente no terminal mais e se soma a saída.

Portanto é possível conectar um xlr em um rca? Sim basta conectar a saída negativa ao Terra e utilizar somente dois fios. Mas eu acho que o resultado é pior do que usar o rca mesmo. Pois o circuito rca já é desenvolvido para limitar o ruído de modo comum.
 
Eu não utilizaria uma conversão xlr para rca ou vice versa. O resultado sempre será uma entrada ou saída não balanceada.
View attachment 14870
O circuito acima mostra uma saída balanceada, veja que o positivo é o negativo são complementares.

Neste esquema o qual não considero o mais ideal pois o negativo é gerado através da saída positiva. Más serve para o exemplo.

Sabe aquela impressão de que o sinal xlr tem uma amplitude maior? E real pois veja que a amplitude de saída será dobrada quando o positivo sobe o negativo desce. O sinal entra no primeiro amplificador na entrada não inversor a com ganho 1 e a saída é aplicada a entrada inversora de ganho 1 também. A saída complementar praticamente elimina o ruído de. Modo comum.

A RCA utilizaria apenas a saída positiva e qualquer ruído de. Modo comum seria transferido para a entrada.

O que é um ruído de modo comum e aquele ruído presente nos cabos. No caso xlr o mesmo ruído aparece no me os e no mais é a diferença de tensão entre o mais e menos seria sempre zero. No RCA o ruído está presente somente no terminal mais e se soma a saída.

Portanto é possível conectar um xlr em um rca? Sim basta conectar a saída negativa ao Terra e utilizar somente dois fios. Mas eu acho que o resultado é pior do que usar o rca mesmo. Pois o circuito rca já é desenvolvido para limitar o ruído de modo comum.

Gracias agimos tibi.
 
Edriano e Wandique,
Fui "obrigado" a usar 10 cabos com XLR numa ponta e RCA na outra, devido que meu crossover ativo ter as conexões XLR, e meu pré e powers terem conexões RCA.
As ligações estão corretas, os 3 pinos do XLR estão ligados, e por conta das conexões RCA, acabam sendo não balanceadas.
É como se tivessem conexões RCA nas duas pontas.
Não tenho nenhum ruído no sistema, e posso garantir a vocês que toca tão bem como qualquer bom sistema que use somente conexões XLR, e portanto, balanceados.
 
Edriano e Wandique,
Fui "obrigado" a usar 10 cabos com XLR numa ponta e RCA na outra, devido que meu crossover ativo ter as conexões XLR, e meu pré e powers terem conexões RCA.
As ligações estão corretas, os 3 pinos do XLR estão ligados, e por conta das conexões RCA, acabam sendo não balanceadas.
É como se tivessem conexões RCA nas duas pontas.
Não tenho nenhum ruído no sistema, e posso garantir a vocês que toca tão bem como qualquer bom sistema que use somente conexões XLR, e portanto, balanceados.

Não creio que seja questão de ruído, pelo que lembro há diferença de voltagem. Experimente num pré com conexões balanceadas,
você perceberá a diferença. Claro que você deve gostar do seu pré e power mas existe, de fato, essa diferença descrita pelo Edriano.
De qualquer forma, o importante é que você goste do resultado, sou partidário mais da música que do equipamento.
 
Back
Top